A História do Brasil

50%

1

Ótimo!

Ótimo

0

Bom

Bom

0

Regular

Regular

1

Fuja

Fuja

Ver mais avaliações

A História do Brasil

Livre.

No Brasil a história se repete, incansavelmente, desde seu descobrimento até os dias de hoje. Para compreender o país em que vivemos, uma forma eficaz é conhecer sua história e ter, consequentemente, um olhar crítico sobre ela. Fazer tal exercício, desde a infância, é uma maneira de educar, conscientizar e, porque não dizer, formar o futuro cidadão brasileiro. O espetáculo "A História do Brasil" procura explicar os principais acontecimentos históricos do Brasil - desde a chegada de Pedro Álvares Cabral até os dias atuais - de forma lúdica e musical. Os acontecimentos são tratados com leveza e humor, focando na formação dos pilares da estrutura social brasileira. Será traçado um caminho que passará pelos períodos da Colônia, Reino Unido, Império e República, por cada uma das sete constituições que já vigoraram e por algumas das principais mobilizações populares que existiram ao longo de nossa história. A Cia. Viradalata tem tido o compromisso de fazer espetáculos perspicazes, criativos, inteligentes e educativos, em que preza, sobretudo, pela formação da criança como um futuro cidadão.

Na bilheteria: R$ 20,00

Por: R$ 10,00

Saiba como funciona o Sampa Ingressos

COMPRAR

50%

Temporada

até 28 de Abril;

Sábados, às 16h e Domingos, às 15h e 17h.

Elenco / Direção

Texto e direção: Alexandra Golik. Assistente de direção: Bebel Ribeiro. Produção e Realização: Cia. Viradalata. Elenco: Diego Rodda, Humberto Morais, Joice Jane Teixeira, Marco Barretho e Rennata Airoldi.

Endereço

Teatro Viradalata (270 lugares)

Rua Apinajés, 1387 (Perdizes)

Telefone: 3868-2535

Horário da Bilheteria: Para espetáculos durante a semana: de terça a quinta, das 11h30 às 14h30. Para espetáculos apresentados aos fins de semana: sexta, das 18h às 22h; Sábado e domingo, das 13h às 22h

Estacionamento (valet): R$ 20,00.

Comentários

Por ser uma peça infantil, não foi lúdica. Atores falavam muito rápido, as palavras nas músicas não ficavam compreensíveis. Para um adulto é entendiante, pro meu filho foi horrível. Atores bons, mas por ser infantil, foi mal escrito e mal dirigido.
Camila Amaral


Peças relacionadas


Teatros