• Comédia
  • 14 anos.

Trilili Em Cabrobó - A Comédia

  • Principal
  • Local
  • Comentários

Trilili em Cabrobó é uma narrativa em formato de comédia de costumes moderna com traços do teatro de revista. Conta a chegada de Armínio (Kaka Mureno) a São Paulo, em visita ao filho, Carlos Alberto (Hussein Said Chahrour), que não vê há mais de vinte anos, desde que mandou o filho para a Capital Paulista para se tornar campeão de luta livre. A avó (Sandra Romero) mora com o neto e é surda, além de ter esclerose e fazer um inferno na vida de todos. Na casa, ainda vive Nina (Vera Libreto), empregada dedicada e fiel à Priscila, um mistério na história, e, em meio à visita de Armínio, chega à casa, Godofredo (Felipe Page/Pedro Bexiga), amigo de infância. A partir daí os conflitos e costumes de cada realidade começam a se delinear. Grandes revelações quanto ao costume de cada um e a intriga que surge com tais revelações. Trilili em Cabrobó é um texto para rir, mas também carregado de reflexões do que é viver a terceira idade, e o que determinados preconceitos podem fazer na vida das pessoas. O jogo de interesses, os desejos reprimidos, vontades sexuais e o medo são pano de fundo para uma leitura do que é a vida moderna e o que é a alegria de viver, sendo cada um do seu jeito. Tudo isso complementa a trama que pode mudar o olhar para o colorir a vida de forma leve e sem preconceitos.


Temporada

Este espetáculo não está em cartaz atualmente

Direção / Elenco

Texto: Hussein Said Chahrour. Direção: Sebastião Apollônio. Elenco: Kaka Mureno, Hussein Said Chahrour, Vera Libreto, Sandra Romero e Felipe Page/Pedro Bexiga.

Avenida Brigadeiro Luis Antônio, 931 - Bela Vista

Horário da Bilheteria

Quarta e quinta-feira das 15h às 19h; Sexta-feira das 16h às 21h; Sábados, das 14h às 23h30 e Domingos das 14h até às 20h ou até 1h antes do início dos espetáculos.

Observações:

Convênio com o estacionamento "Gigante", número 759

"Não tem enredo bom , é cansativa , o mesmo tema o tempo todo , o texto é pejorativo e simplório demais ! Péssimas piadas , humor muito fraco e mal elaborado , muito ruim !"

Carlos Eduardo Camargo Alegre