A Sogra que Pedi a Deus

41%

1658

Ótimo!

Ótimo

529

Bom

Bom

73

Regular

Regular

20

Fuja

Fuja

Ver mais avaliações

A Sogra que Pedi a Deus

Comédia, 70 minutos, 12 anos.

Uma hilariante comédia, onde Dona Zulmira - a sogra, torna-se a protagonista absoluta da história, que como o seu apartamento está em obras, resolve se hospedar na casa da filha, Flávia (Amanda Padula). Porém como é inconveniente, oportunista e hipocondríaca, além de mal humorada, implicante, rabugenta e teimosa, não se importando com os problemas do casal, que como se não bastasse a sua chegada, por forças alheias, se vê obrigado a cancelar uma sonhada lua de mel no Caribe, a sua relação com o genro Renato (Pedro Fabrini) será a pior possível em inusitadas situações que levam os espectadores às gargalhadas. Durante o espetáculo é mostrada toda a versatilidade e o talento do ator e comediante Renato Papa, devidamente caracterizado, interpretando um papel feminino. E num final inesperado, Dona Zulmira dá provas de que é a dona da situação e, muito pelo contrário, não é a sogra que um genro peça a Deus.

Na bilheteria: R$ 50,00 e R$ 60,00

Por: R$ 30,00 e R$ 35,00

Saiba como funciona o Sampa Ingressos

COMPRAR

41%

Temporada

até 15 de Dezembro;

Sextas e Sábados, às 21h30

Elenco / Direção

Texto: Wilson Coca. Direção: Eduardo Martini. Elenco: Renato Papa, Amanda Padula e Pedro Fabrini.

Endereço

Teatro Ruth Escobar - Sala Gil Vicente (317 lugares)

Rua dos Ingleses, 209 (Bela Vista)

Telefone: 3289-2358

Horário da Bilheteria: Quintas, das 14h às 19h30. Sextas, das 14h às 21h30. Sábados, das 12h às 23h. Domingos, das 12h às 19h30

Acesso e banheiro adaptado para pessoas com necessidades especiais. Estacionamento: Serviço de Valet na porta do teatro.

Comentários

Risada do começo ao fim! Um roteiro bem amarrado com excelentes atores. Indico com certeza!
Mariana Souza

Peça muito divertida, atores muito cômicos!
João Baptista Farah Emiliano

muito divertido, a conduçao do Ator Papa é fantastica
Decio Galuzzi Scartezini

Peça muito divertida, atores muito cômicos!
João Baptista Farah Emiliano

O espetáculo é muito bom, principalmente pela espontaneidade dos atores. Entretanto, precisa melhorar a qualidade da sala, pois o cheiro de mofo é muito forte.
Thomas F Moraes

+ Carregar mais

Peças relacionadas


Teatros