E Aí, Comeu?

53%

9

Ótimo!

Ótimo

2

Bom

Bom

3

Regular

Regular

0

Fuja

Fuja

Ver mais avaliações

E Aí, Comeu?

Comédia, 16 anos.

Três amigos se reúnem para falar de suas aventuras e desventuras amorosas, sexuais e eróticas. Atriz convidada, Sabrina Korgut completa o elenco vivendo sete mulheres que transitam pelas vidas de Fernando, Honório e Mattar. "E Aí, Comeu?" parte da premissa de que toda mulher tem curiosidade de saber o que os homens estão falando quando estão em grupo, com isso a peça pretende satisfazer esta curiosidade feminina e despertar o entendimento do novo papel do homem perante a mulher na sociedade contemporânea. Uma comédia dinâmica e séria que apresenta os muitos tipos de homens e mulheres e tudo o que pensam sobre o sexo oposto. Na história, após ser deixado pela mulher, o romântico Fernando fica desolado e estimulado pelos amigos de infância passa a sair com outras para esquecer a ex. Honório e Mattar também têm seus questionamentos. Um é jornalista e machão a moda antiga, casado, suspeita que a mulher o trai. O outro é um escritor que não quer compromisso, se relaciona com prostitutas e mulheres comprometidas. Entre as diferentes mulheres que Sabrina Korgut dá vida, estão uma adolescente e uma prostituta, passando por Fernanda, a ex de Fernando.

Na bilheteria: R$ 60,00

Por: R$ 28,00

Saiba como funciona o Sampa Ingressos

COMPRAR

53%

Temporada

até 4 de Junho;

Sextas e sábados, às 21h e domingos, às 18h

Elenco / Direção

Elenco: Sabrina Korgut, João Vitti, Marcelo Pio e Sergio Abreu. Texto: Marcelo Rubens Paiva. Direção: Fernando Gomes.

Endereço

Teatro Nair Bello (220 lugares)

Rua Frei Caneca, 569 (Shopping Frei Caneca 3º Piso) (Bela Vista)

Telefone: 3472-2414

Horário da Bilheteria: terça a quinta, das 13h30 às 19h30; sexta, das 15h às 21h30; sábado, das 15h às 21h; domingos, das 15h às 19h

Ver no Google Maps

Comentários

Excelente atores..ótima peça! Recomendo.
Vanessa Oliveira Vasconcelos

Elenco de primeira categoria, super recomendo!!!
aline rodrigues cordeiro

Muito vulgar e não acrescenta nada.
luis sergio fagundes caropreso


Peças recomendadas


Teatros