A Hora do Brasil: Uma Comédia Nacional

últimas apresentações

60%

103

Ótimo!

Ótimo

42

Bom

Bom

4

Regular

Regular

0

Fuja

Fuja

Ver mais avaliações

A Hora do Brasil: Uma Comédia Nacional

Comédia, 60 minutos, 14 anos

A história do Brasil como você nunca viu, mais de 500 anos de comédia em apenas um espetáculo. Nessa aventura cômica sete personagens típicos do humor nacional recontam como se deu a formação do povo brasileiro. Vocês vão se surpreender e se divertir muito com fatos jamais contados em nossos "oficiais" livros de história. Participante do Prêmio Multishow de Humor e indicado como Melhor Ator pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas em 2016.

Na bilheteria: R$ 50,00

Por: R$ 20,00

Saiba como funciona o Sampa Ingressos

COMPRAR

60%

Temporada

até 23 de Junho;

Sextas e Sábados, às 21h30

Elenco / Direção

Diretor: Ederson Miranda e Felipe de Moraes.

Endereço

Teatro Ruth Escobar - Sala Miriam Muniz (99 lugares)

Rua dos Ingleses, 209 (Bela Vista)

Telefone: 3289-2358

Horário da Bilheteria: Abre apenas no dia da sessão, com 1h30 de antecedência do início do evento.

Estacionamento: Serviço de Valet na porta do teatro. Acesso para portadores de necessidades especiais

Comentários

Maravillhoso, espetáculo divertido, correlacionando por meio de piadas fatos históricos.
Elisangela Pereira da Silva Santos
Resposta da produção: Muito obrigado!!!

Adoramos!! Historiadores devem concordar que nossa historia cabe sim em uma comédia😂😂😂😂
Tatiane da Silva Oliveira Sales
Resposta da produção: Muito Obrigado!!!

Histórico e contemporâneo. Engraçado e realista. Ótimo ator e texto! Incrível como se passa muito conteúdo com tão pouco, isso se chama talento! Parabéns Ederson!
Débora de Santana Morais

Histórico e contemporâneo. Engraçado e realista. Ótimo ator e texto! Incrível como se passa muito conteúdo com tão pouco, isso se chama talento! Parabéns Ederson!
Débora de Santana Morais
Resposta da produção: Muito obrigado pelo texto Débora!!!

Vale a pena pela capacidade do ator de representar diversas personagens e a troca do figurino a vista do público ao vivo.
Paulo Eduardo de Silos Nakamura
Resposta da produção: Muito obrigado pelo retorno!!!

+ Carregar mais

Peças recomendadas


Teatros